Área Pública
»

Página Inicial

Comissão Pedagógica
Escolas Associadas e Entidades Parceiras
Estutura do Centro
Formulários
Inquéritos
Publicações e Recursos
Legislação
Centros de Formação
Contactos do Nova Ágora

Ação de Formação
 

XI Fórum da Educação - “Plano Educativo Estratégico Municipal, um caminho para o sucesso escolar




DESTINATÁRIOS: docentes a lecionar nas escolas de Penela

Os docentes interessados em inscrever-se na AÇÃO DE CURTA DURAÇÃO deve preencher o formulário on line AQUI

Auditório Municipal de Penela

8 de setembro de 2017, 9h30-13h30


 


PLANO DE FORMAÇÃO DO NOVA ÁGORA - CFAE 2016-2019






Consulte o pdf



 



Revista NOVA ÁGORA nº 5




PODE LER A EDIÇÃO DIGITAL AQUI

Inclui Dossier Temático: Os perfis dos alunos hoje: a escola, a família e o contexto social

CONSULTE O ÍNDICE em pdf


 


REGULAMENTO INTERNO DO NOVA ÁGORA - CFAE






Consulte a SECÇÃO III – Procedimentos



 

 
19-1 - Introdução à Cultura e Línguas Clássicas

Nº ACREDITAÇÃO: 83631/15

Formadores
 
Célia Oliveira


 
Local de Realização
  Coimbra (ver calendário detalhado)
 
N.º de Horas

   Presenciais:
 Não Presenciais:
 
Calendarização
  1ª Sessão Presencial - 26 de Setembro de 2015 - 10.00-13.00 - Esc. Basica e Sec. Quinta das Flores
2ª Sessão Presencial - 30 de Setembro de 2015 -17.30- 20.00 - Esc. Sec. D. Duarte
3ª Sessão Presencial - 2 de Outubro de 2015 - 17.30-20.00 - Esc. Sec. D. Duarte
4ª Sessão Presencial - 11 de Novembro de 2015 - 17.30- 20.00 - Esc. Sec. D. Duarte
5ª Sessão Presencial - 6 de Janeiro de 2016 - 17.30-20.00 - Esc. Sec. D. Duarte
6ª Sessão Presencial - 24 de Fevereiro de 2016 - 17.30-20.00 - Esc. Sec. D. Duarte
7ª Sessão Presencial - 6 de Abril de 2016 - 17.30-20.00 - Esc. Sec. D. Duarte
8ª Sessão Presencial - 4 de Maio de 2016 - 17.30-20.00 - Esc. Sec. D. Duarte
9ª Sessão Presencial - 1 de junho de 2016 - 17.30 - Esc. Sec. D. Duarte
10º Sessão Presencial - 8 de junho de 2016 - 17.30 - Esc. Sec. D. Duarte
 
Modalidade
  Círculo de Estudos
 
Destinatários/Público Alvo
  PESSOAL DOCENTE: professores dos Ensinos Básico e Secundário (MUITO IMPORTANTE - consulte as Prioridades de seleção no campo Observações)
 
Objetivos
  Com a ação de formação que se propõe, pretende-se que os professores:
(1) Tomem consciência da importância da cultura grecoromana e das línguas clássicas na aprendizagem académica e na formação cidadã das novas gerações, bem como no conhecimento civilizacional que a sociedade deve integrar e pelo qual se deve pautar;
(2) Conheçam a difícil situação em que essa cultura se encontra na Europa, e os esforços de diversas entidades com responsabilidades educativas para as dinamizarem;
(3) Conheçam o quadro normativo de “Oferta de escola” e explorem iniciativas de reintegração no currículo da cultura grecoromana e das línguas clássicas levadas a cabo por escolas portuguesas, nas pessoas dos seus professores;
(4) Explorem a possibilidade de integração de uma componente de Cultura e Línguas Clássicas no currículo facultado pela sua escola, que seja adequado ao Projeto educativo vigente e à realidade de ensino, sem deixar de ter em conta orientações gerais da tutela;
(5) Criem ou adaptem, individualmente ou em colaboração, um programa de Cultura e Línguas Clássicas para um ou vários ciclos de escolaridade, bem como modos de o operacionalizar;
(6) Ponham em prática esse programa e integrem uma rede de professores cuja função é partilhar ideias, materiais e informações, comunicar dúvidas, sucessos, etc.;
(7) Realizem uma reflexão colegial sobre o trabalho realizado, com vista ao aperfeiçoamento de programas e, naturalmente, do ensino;
(8) Integrem iniciativas de divulgação da Cultura da Antiguidade Clássica, tanto nacionais como internacionais.
 
Conteúdos
  Os conteúdos que se apontam organizam a ação; outros mais concretos serão introduzidos progressivamente, em função das propostas apresentadas pelos professores formandos.

Bloco 1: Fundamentação da Cultura e Línguas Clássicas como “Oferta de escola”
1.1. Importância da cultura grecoromana e das línguas clássicas na educação escolar.
1.2. Situação em que essa cultura se encontra na Europa e esforços de entidades com responsabilidades educativas para as dinamizarem.
1.3. Quadro normativo de “Oferta de escola” no Ensino Básico e iniciativas de escolas que dele decorrem.
1.4. Possibilidade de integração de uma componente de Cultura e Línguas Clássicas no Projecto educativo das escolas.

Bloco 2: Estruturação de Programas de Cultura e Línguas Clássicas para o Ensino Básico
2.1. Dois eixos de conteúdos a ter em conta na sua selecção
a) Civilização e cultura (presença da cultura grecoromana no quotidiano; mitologia grecoromana; deuses e heróis…)
b) Herança das línguas clássicas (expressões latinas de uso corrente, o latim/o grego e o português etimologias; presença da língua grega em nomes próprios, em vocábulos do quotidiano, em termos científicos; a língua latina e a língua grega: referência à estrutura sintáctica; construção de pequenas frases; o alfabeto grego…
2.2. Definição de objectivos apropriados; preparação de metodologias (de aprendizagem e de avaliação) e de recursos.

Bloco 3: Desenvolvimento de Programas de Cultura e Línguas Clássicas
3.1. Rede de professores para sustentação desse trabalho
3.2. Reflexão sobre o trabalho realizado, com vista ao seu aperfeiçoamento
 
Metodologia
  A metodologia geral é de construção de um projeto (no caso, um Programa curricular) sua concretização/monitorização e reflexão. Tal metodologia requer um trabalho individual e de colaboração continuado por parte dos professores formandos que será acompanhado presencialmente e a distância pelo(s) professores formador(es).

A ação de formação abrange várias fases de desenvolvimento dos vários Programas: preparação pré ano lectivo; concretização/monitorização durante o ano lectivo; e reflexão, no final do ano lectivo.
As sessões presenciais, num total de 25 horas, serão intercaladas com trabalho autótomo e com trabalho acompanhado pelo(s) formador(es).
 
Creditação
  1 crédito
 
Observações
  Em parceria com o CFAE Minerva

PERÍODO DE INSCRIÇÃO: de 7 a 22 de Setembro de 2015

PRIORIDADES DE SELEÇÃO:
1ª — Professores a leccionar a disciplina de “Introdução à Cultura e às Línguas Clássicas”, de Oferta de Escola, no ensino Básico.
2ª — Professores a dinamizar/coordenar Projectos de Escola no âmbito da Cultura e das Línguas Clássicas.
3ª — Professores que se comprometam a dinamizar/coordenar Projectos de Escola no âmbito da Cultura e das Línguas Clássicas.

Nota: caso haja inscrições em número superior ao das vagas indicadas, será dada prioridade aos professores das escolas associadas dos CFAE Minerva e Nova Agora.

OUTRAS OBSERVAÇÕES:
1 - N.º máximo de formandos a selecionar: 20
2 - Só serão consideradas válidas as inscrições no âmbito das prioridades de seleção definidas (consultar PRIORIDADES DE SELEÇÃO)
3 - A inscrição on line é uma pré-inscrição a qual só é validada com a confirmação dos dados nos serviços administrativos da escola do docente/não docente e com a aceitação da ficha de inscrição pelo CFAE.
4 - Deve verificar a sua seleção, no prazo indicado, na página do CFAE. Os inscritos não selecionados não serão contactados.
5 - Em caso de número insuficiente de inscrições, o CFAE reserva-se o direito de cancelar a formação;
6 - A calendarização pode vir a sofrer alterações;
7 - A inscrição na formação pressupõe a aceitação de que, para efeitos dos procedimentos relacionados com a formação, será prioritariamente notificado(a) através de correio eletrónico.
 
Avaliação
  A avaliação expressa-se de acordo com a tabela de 1 a 10 valores, conforme a Carto Circular CCPFC - 3/2007 - setembro de 2007, respeitando todos os dispositivos legais da avaliação contínua
1 a 4,9 valores – Insuficiente;
5 a 6,4 valores – Regular;
6,5 a 7,9 valores – Bom;
8 a 8,9 valores – Muito Bom;
9 a 10 valores - Excelente.

A avaliação dos formandos será ainda baseada nos seguintes parâmetros:
- Obrigatoriedade de frequência de 2/3 das horas de formação.

- Participação (20%)
- Trabalho escrito individual (80%)
 
Avançar