Área Pública
»

Página Inicial

Comissão Pedagógica
Escolas Associadas e Entidades Parceiras
Estutura do Centro
Formulários
Inquéritos
Publicações e Recursos
Legislação
Centros de Formação
Contactos do Nova Ágora

Ação de Formação
 

XI Fórum da Educação - “Plano Educativo Estratégico Municipal, um caminho para o sucesso escolar




DESTINATÁRIOS: docentes a lecionar nas escolas de Penela

Os docentes interessados em inscrever-se na AÇÃO DE CURTA DURAÇÃO deve preencher o formulário on line AQUI

Auditório Municipal de Penela

8 de setembro de 2017, 9h30-13h30


 


PLANO DE FORMAÇÃO DO NOVA ÁGORA - CFAE 2016-2019






Consulte o pdf



 



Revista NOVA ÁGORA nº 5




PODE LER A EDIÇÃO DIGITAL AQUI

Inclui Dossier Temático: Os perfis dos alunos hoje: a escola, a família e o contexto social

CONSULTE O ÍNDICE em pdf


 


REGULAMENTO INTERNO DO NOVA ÁGORA - CFAE






Consulte a SECÇÃO III – Procedimentos



 

 
26-1 - PLENatITUDE – promover o bem-estar e a eficiência docente – nível II

Nº ACREDITAÇÃO:

Formadores
 



 
Local de Realização
  Escola Secundária D. Duarte
 
N.º de Horas

   Presenciais:
 Não Presenciais:25
 
Calendarização
  terças e quintas-feiras, das 18h00 às 20h30

nov: 3 e 24; dez: 1; jan: 7 e 21; fev: 4 e 18; abr: 7 e 21; mai: 5
 
Modalidade
  Oficina de Formação
 
Destinatários/Público Alvo
  PESSOAL DOCENTE: Docentes dos 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário (PRÉ-REQUISITO - frequência prévia obrigatória do Nível 1)
 
Objetivos
  • Usar os métodos que funcionam melhor (aplicando o Princípio de Pareto), recorrendo a técnicas/estratégias da programação neurolinguística (PNL), incidindo nos fatores que maior impacto têm, como, por exemplo, feedback, comunicação eficaz, estabelecimento de objectivos;

• Compreender o processo de aprendizagem (em termos de neurociência), em «Conhecimento» e «Auto-Conhecimento»;

• Encontrar os problemas e resolvê-los (numa abordagem focada na solução), desenvolvendo Competências Intrapessoais e Interpessoais.
Desta forma, pretende-se promover o sentido de auto-eficácia e de bem-estar subjetivo dos professores, com vista a ter impacto no bem-estar, desempenho e sucesso académico dos alunos.
 
Conteúdos
  SESSÕES PRESENCIAIS - (25 HORAS)

As sessões presenciais (de forma geral) serão constituídas por uma parte de exposição/revisão e fundamentação das técnicas e estratégias a promover, seguida de demonstração da sua aplicação, consolidando com o treino em grupo/pares.
• Conhecimento – o cérebro triurno, mente consciente e inconsciente, sistemas mentais de representação da realidade, interacção corpo/mente, memorização e recuperação de informação, o papel do sono na aprendizagem…
• Auto-Conhecimento – o modelo de comunicação da PNL, representação mental da realidade, interrelação e alinhamento dos níveis neurológicos, promoção do bem-estar subjetivo…
• Competências Intrapessoais – a gestão de estados emocionais, acuidade sensorial, flexibilidade de conhecimento, controlo do diálogo interno…
• Competências Interpessoais – estratégias de comunicação eficaz, metaprogramas, categorias de Satir, formulação de objetivos, perguntas poderosas, feedback, gestão de comportamentos, Aprendizagem Acelerada…

TRABALHO AUTÓNOMO - (25 HORAS - entre as sessões presenciais)

Cada docente seleciona uma turma (de preferência a mais problemática), para fazer a aplicação prática dos conhecimentos/competências adquiridos/desenvolvidos durante as sessões presenciais.
Para a aplicação das técnicas/estratégias elabora materiais como, por exemplo:
- Ficha de levantamento dos sistemas representacionais dos alunos
- Exemplos de objetivos bem formulados para o início das aulas
- Exemplos de fichas de autoaferição da compreensão e do esforço
- Exemplo de questões para aferição da compreensão no final de cada aula
- Exemplo de testes com diversificação e segmentação de linguagem
- Exemplos de «feedback sandwich» para os seus alunos
- Exemplo de Linguagem Sugestiva a utilizar nas aulas e na gestão de comportamentos
- Exemplos de Vocabulário Transformacional
- Exemplos de estratégias de memorização, como «Mind Maps»…
Da sua aplicação na turma seleccionada, resultarão sínteses reflexivas, registando as dificuldades sentidas e os resultados obtidos. No final, constrói um portfólio e elabora um relatório final reflexivo.

NOTA – Os conteúdos e atividades serão selecionados, entretecidos, desenvolvidos e treinados ao longo da formação de acordo com os resultados da sua aplicação e decorrente reflexão.
 
Metodologia
  As metodologias utilizadas nas sessões presenciais são essencialmente ativas e de participação, entre as quais dinâmicas de grupo e role play para treino de estratégias, reflexão e discussão sobre as mesmas, exploração de conteúdos e materiais.
 
Creditação
  2 créditos
 
Observações
  No âmbito de programa de Doutoramento

PERÍODO DE INSCRIÇÃO: 12 a 26 de outubro de 2015
PRIORIDADES DE SELEÇÃO: 1.ª Docentes do Agrupamento de Escvolas Coimbra Oeste, por ordem de inscrição; 2.º Docentes de escolas associadas do Nova Ágora - CFAE, por ordem de inscrição; 3.º Docentes de IEPC com protocolo com o Nova Ágora - CFAE, por ordem de inscrição; 4.ª Outros docentes, por ordem de inscrição.

PRÉ-REQUISITO - frequência prévia obrigatória do Nível 1

OUTRAS OBSERVAÇÕES:
1 - N.º máximo de formandos a selecionar: 15
2 - Só serão consideradas válidas as inscrições no âmbito das prioridades de seleção definidas (consultar PRIORIDADES DE SELEÇÃO)
3 - A inscrição on line é uma pré-inscrição a qual só é validada com a confirmação dos dados nos serviços administrativos da escola do docente/não docente e com a aceitação da ficha de inscrição pelo CFAE.
4 - Deve verificar a sua seleção, no prazo indicado, na página do CFAE. Os inscritos não selecionados não serão contactados.
5 - Em caso de número insuficiente de inscrições, o CFAE reserva-se o direito de cancelar a formação;
6 - A calendarização pode vir a sofrer alterações;
7 - A inscrição na formação pressupõe a aceitação de que, para efeitos dos procedimentos relacionados com a formação, será prioritariamente notificado(a) através de correio eletrónico.
 
Avaliação
  Avaliação quantitativa dos formandos, expressa numa escala de 1 a 10 valores, nos termos da Carta Circular CCPFC - 3/2007, de Setembro de 2007, com base nos seguintes parâmetros e ponderação:

• Produção de materiais a utilizar em contexto educativo.
• Aferição da implementação das estratégias em situações reais (dificuldades sentidas, resultados observados, sugestões), constante dos relatórios e reflexões parciais.
• Discussão em grupo nas sessões presenciais.
• Reflexão final dos formandos.
 
Avançar