Área Pública
»

Página Inicial

Comissão Pedagógica
Escolas Associadas e Entidades Parceiras
Estutura do Centro
Formulários
Inquéritos
Publicações e Recursos
Legislação
Centros de Formação
Contactos do Nova Ágora

Ação de Formação
 

XI Fórum da Educação - “Plano Educativo Estratégico Municipal, um caminho para o sucesso escolar




DESTINATÁRIOS: docentes a lecionar nas escolas de Penela

Os docentes interessados em inscrever-se na AÇÃO DE CURTA DURAÇÃO deve preencher o formulário on line AQUI

Auditório Municipal de Penela

8 de setembro de 2017, 9h30-13h30


 


PLANO DE FORMAÇÃO DO NOVA ÁGORA - CFAE 2016-2019






Consulte o pdf



 



Revista NOVA ÁGORA nº 5




PODE LER A EDIÇÃO DIGITAL AQUI

Inclui Dossier Temático: Os perfis dos alunos hoje: a escola, a família e o contexto social

CONSULTE O ÍNDICE em pdf


 


REGULAMENTO INTERNO DO NOVA ÁGORA - CFAE






Consulte a SECÇÃO III – Procedimentos



 

 
42-1 - A tecnologia TI-nspire como recurso pedagógico no ensino das ciências

Nº ACREDITAÇÃO:

Formadores
 



 
Local de Realização
  Escola Secundária D. Duarte
 
N.º de Horas

   Presenciais:
 Não Presenciais:
 
Calendarização
  abr, 13, 22 e 29 (17:30-20:30)
mai, 04 e 18 (17:30-20:30)
 
Modalidade
  Curso de Formação
 
Destinatários/Público Alvo
  PESSOAL DOCENTE: Professores dos Grupos 500, 510 e 520 dos Ensinos Básico (3º Ciclo) e Secundário
 
Objetivos
  As orientações gerais para as disciplinas na área das ciências, nomeadamente em Matemática e Física e Química A no ensino secundário preconizam a utilização da tecnologia recorrendo a calculadoras gráficas e a computadores. Neste curso pretende-se fazer uma abordagem por diferentes domínios da tecnologia TI-Nspire que permitem uma grande versatilidade de tarefas e um número considerável de soluções com vista à melhoria das aprendizagens. A tecnologia engloba além da unidade portátil e 'equivalente' em software de computador, o PublishView, na realização de documentos interativos e aplicáveis em sites e também a tecnologia TI-Navigator que permite tirar partido de ligação wireless entre o computador do professor e as unidades portáteis dos alunos.
A tecnologia TI-Nspire veio alargar significativamente o leque de tarefas que podem ser propostas aos alunos e que permitem exemplificar não só a conexão entre as diferentes formas de representação dos conceitos, como também a sua conexão com a realidade. Permitem ainda, uma significativa melhoria na precisão dos dados obtidos na componente experimental, na sua reflexão e discussão, na aprendizagem e compreensão dos conceitos, possibilitando a interação e partilha dos dados entre os alunos, facilitando também a elaboração dos relatórios das atividades, tudo com uma maximização do tempo disponível.
Estas inovações tecnológicas disponíveis para a sala de aula, exigem uma atualização constante de metodologias por parte dos docentes, para que sejam ativas, que tenham em atenção as opiniões dos seus alunos, que encorajem uma cultura científica, em suma, que promovam a interação e proporcionem espaços para a reflexão e partilha de ideias.
O curso visa ainda, promover a reflexão sobre as vantagens e inconvenientes da utilização da tecnologia nas atividades de ensino-aprendizagem, nas possibilidades de trabalho interdisciplinar e incentivar a investigação e a troca de experiências entre os professores de diferentes grupos disciplinares, contribuindo para a sua formação.

- Mostrar novas e interessantes opções de ensinar ciências;
- Explorar e criar materiais didácticos diversificados;
- Promover a utilização da tecnologia na exploração de situações problemáticas;
- Refletir sobre as vantagens e inconvenientes da utilização da tecnologia nas actividades de ensino-aprendizagem;
- Consolidar procedimentos de acção e produzir materiais concretos, definidos pelos participantes como resposta mais adequada ao aperfeiçoamento das suas intervenções educativas;
- Incentivar a investigação e a troca de experiências entre os professores contribuindo para a sua formação;
- Promover a reflexão sobre o papel do trabalho experimental no Ensino das Ciências;
-Atualizar e aperfeiçoar alguns conhecimentos científicos, operacionalizando-os em termos experimentais.
 
Conteúdos
  - Apresentação da ação e identificação de metodologias ativas propostas nos programas que exigem a utilização das tecnologias em causa (1h);

- Apresentação dos componentes da tecnologia (2h);

- Realização, exploração e discussão das atividades práticas/experimentais enquadradas nos currículos, na área das ciências, nomeadamente as que recorrem às tecnologias mais recentes incluindo a utilização de sensores em ligação às unidades portáteis ou computadores e a sua interligação com os programas de matemática (9h);

- Apresentação dos trabalhos desenvolvidos. Avaliação (3h ).
 
Metodologia
  - Realização de atividades práticas em trabalho individual ou em pequenos grupos recorrendo à tecnologia;
- Entrega de uma grelha de trabalhos práticos a desenvolver, podendo o formando sugerir outros trabalhos;
- Produção e análise de tarefas a realizar na sala de aula, bem como indicações metodológicas adaptadas à sua realização;
- Reflexão sobre as actividades realizadas;
- Reflexão sobre as propostas apresentadas pelos grupos;
- Discussão e avaliação geral do trabalho realizado;
- Preenchimento do documento de avaliação.
 
Creditação
  0,6 créditos
 
Observações
  PARCERIA entre os CFAE Nova Ágora e o CFAE Minerva e a Texas Instruments.

PERÍODO DE INSCRIÇÃO: de 14 março a 6 de abril de 2016

PRIORIDADES DE SELEÇÃO: 1ª Docentes de escolas associadas do Nova Ágora - CFAE e Minerva, por ordem de inscrição; 2ª.º Outros docentes, por ordem de inscrição.

OUTRAS OBSERVAÇÕES:
1 - N.º máximo de formandos a selecionar: 20 (a distribuir pelos 2 CFAE envolvidos)
2 - Só serão consideradas válidas as inscrições no âmbito das prioridades de seleção definidas (consultar PRIORIDADES DE SELEÇÃO)
3 - A inscrição on line é uma pré-inscrição a qual só é validada com a confirmação dos dados nos serviços administrativos da escola do docente/não docente e com a aceitação da ficha de inscrição pelo CFAE.
4 - Deve verificar a sua seleção, no prazo indicado, na página do CFAE. Os inscritos não selecionados não serão contactados.
5 - Em caso de número insuficiente de inscrições, o CFAE reserva-se o direito de cancelar a formação;
6 - A calendarização pode vir a sofrer alterações;
7 - A inscrição na formação pressupõe a aceitação de que, para efeitos dos procedimentos relacionados com a formação, será prioritariamente notificado(a) através de correio eletrónico.
 
Avaliação
  Os formandos serão avaliados pela assiduidade nas sessões, participação nas atividades e realização do trabalho final.

Aspectos a considerar em cada item na avaliação dos formandos:
Frequência e participação nas sessões (30%) – o formando deve ter as presenças necessárias (2/3 do total de horas) para ter a creditação máxima neste item. Deve ser também considerada a sua pontualidade. Relativamente às sessões não presenciais a sua participação deve ser validada pela data de colocação na plataforma do material a definir.
Relatório final (70%) – deve incluir a apreciação crítica ao trabalho desenvolvido ao longo do decurso do curso que relate, em particular, o trabalho que o formando desenvolveu nas sessões.

Esta avaliação será traduzida numa classificação quantitativa na escala de 1 a 10, de acordo com o artigo 4º de Decreto-Lei nº 15/2007 de 19 de Janeiro e com as cartas circulares 3/2007 e 1/2008 do CCPFC.
 
Avançar