Área Pública
»

Página Inicial

Comissão Pedagógica
Escolas Associadas e Entidades Parceiras
Estutura do Centro
Formulários
Inquéritos
Publicações e Recursos
Legislação
Centros de Formação
Contactos do Nova Ágora

Ação de Formação
 

XI Fórum da Educação - “Plano Educativo Estratégico Municipal, um caminho para o sucesso escolar




DESTINATÁRIOS: docentes a lecionar nas escolas de Penela

Os docentes interessados em inscrever-se na AÇÃO DE CURTA DURAÇÃO deve preencher o formulário on line AQUI

Auditório Municipal de Penela

8 de setembro de 2017, 9h30-13h30


 


PLANO DE FORMAÇÃO DO NOVA ÁGORA - CFAE 2016-2019






Consulte o pdf



 



Revista NOVA ÁGORA nº 5




PODE LER A EDIÇÃO DIGITAL AQUI

Inclui Dossier Temático: Os perfis dos alunos hoje: a escola, a família e o contexto social

CONSULTE O ÍNDICE em pdf


 


REGULAMENTO INTERNO DO NOVA ÁGORA - CFAE






Consulte a SECÇÃO III – Procedimentos



 

 
ACD56-1 - Conceção e Gestão de Laboratórios de Aprendizagem, Virtuais e Remotos - (Oportunidades e Desafios...

Nº ACREDITAÇÃO:

Formadores
 



 
Local de Realização
  Escola Básica Martim de Freitas
 
N.º de Horas

   Presenciais:
 Não Presenciais:
 
Calendarização
 
 
Modalidade
  Ação de curta duração
 
Destinatários/Público Alvo
  PESSOAL DOCENTE: Diretores Agrupamentos e Escolas não agrupadas, Coordenadores de Departamento, Diretores de Turma, Diretores de CFAE e Professores de Escolas do 1º,2º, 3º Ciclo e Secundário.
 
Objetivos
  O estabelecimento de condições para o desenvolvimento da Escola enquanto Centro Formador da Sociedade do Conhecimento no século XXI, remete para a conceção de espaços capazes de endogeneizar novos processos científicos, curriculares e pedagógicos. Tal desiderato determina a implementação de dinâmicas para o enriquecimento tecno-científico, tecno-curricular e tecno-pedagógico com base em experiências produzidas em Laboratórios Virtuais e Laboratórios Remotos .
O Desenho de novas experiências curriculares e pedagógicas centradas em espaços e equipamentos ciber-físicos, podem funcionar como âncora para afirmação da Escola como estrutura central dos processos de aquisição de conhecimentos, capacidades , aptitudes, valores e personalidade através de práticas inovadoras para :

• Produção de Sinais e Estimulos para uma Sociedade Criativa através de modelos STEAM ( Science, Technology, Engineering, Art, Mathematics ) como forma de envolvimento intensivo e imersivo
• Desenvolvimento contínuo e de motivação de novos processos de Ensino e Aprendiagens através da exploração de novos ciberespaços : virtuais e remotos
• Promoção de uma visão holística sobre as Comunidades Educativas e de Aprendizagem com propósito de envolvimento da Escola como espaço de interação física e virtual/aumentada e de Continuidade Curricular e Pedagógica através de Experiências Virtuais e Remotas
• Estabelecimento de Novos modelos de Gestão Integrada por Projetos, Programas e Portefólios no sentido da realização de Conhecimentos ao Longo da Vida Ciber-Física (Virtual, Remota e Aumentada) do século XXI – perfil do coordenador do espaço Laboratório de Aprendizagem.
 
Conteúdos
  A) Estabelecer a diferença entre Laboratório de Aprendizagem, Remoto e Virtual.
B) Conhecer Experiências Científicas, Curriculares e Pedagógicas sobre Laboratórios Virtuais e Remotos
C) Conhecer o potencial da utilização pedagógica dos Laboratórios Virtuais e Laboratórios Remotos
D) Refletir sobre novos Modelos de Gestão em ambientes de enriquecimento tecnico-pedagogícos intensivos e imersivos
E) Preparar Dinâmicas de Intervenção para o estabelecimento de Infraestruturas Laboratoriais – Virtuais e Remotas
F) Conceber, Planear e Executar um Modelo de Escola Integrada em Laboratórios de Aprendizagem, Laboratórios Virtuais e Laboratórios Remotos.
 
Metodologia
 
 
Creditação
 
 
Observações
 
 
Avaliação
 
 
Avançar